Sobre

A semente do Radioamadorismo foi lançada em Blumenau nos idos de 1934, com a instalação de uma estação operada pelo sr. João Medeiros, presidente fundador da Rádio Clube, a histórica PRC4, pioneira em Santa Catarina.

Ao Radioamadorismo que nascia em nossa comunidade aderem Luiz Medeiros e Flávio Rosa.

Em 1952 o dr. Wilson Santiago juntamente com sua esposa, Thea Holtrup Santiago, prestam os exames de radioamador em Florianópolis.

A semente germinou em solo fértil e em 02 de setembro de 1972 foram formulados os estatutos e oficialmente fundado o CRB – Clube de Radioamadores de Blumenau pelos seguintes Radioamadores relacionados abaixo:

  • Cassio Medeiros – PY5ZP
  • Wilson Santiago – PY5UG
  • Thea Santiago – PY5YL
  • Frederico Strasburger – PP5-DZ
  • Walter Keser – PP5AUX
  • Rolf Schindler – PP5CEC
  • Carla Schindler – PP5-CEB
  • Jeder Armando Reinert – PP5ZR
  • Wandick Garbelotto – PY5-AKW
  • Iris Garbelotto – Labreana
  • Darcisius Falaster – PP5ATV atualmente PP5AT
  • Amabile Dias – PY5CEQ
  • Alexandre Buhatem – PP5AWB
  • Jorgete Buhatem – Labreana

Em 25 de março de 1974 os radioamadores de Blumenau participaram do apoio à Defesa Civil de Santa Catarina no “Ajude o seu Irmão do Sul”, socorrendo as vítimas da inundação ocorrida no município de Tubarão.

Em 1979 o CRB é declarado de Utilidade Pública Municipal e em 1980 também é declarado de Utilidade Pública Estadual.

Em 1980 foi instalado o primeiro repetidor de Blumenau, em VHF.

Em 1983 as histórias do CRB e da cidade de Blumenau se fundiram nos momentos de dor, de angústia e de desespero causados pela grande enchente. Os radioamadores tornaram-se então peças fundamentais na grande tarefa de salvar a população atingida. Sem eles a tragédia de 1983 teria outro desfecho.

Também nas primeiras edições da Oktoberfest e da Maratona de Blumenau os radioamadores foram fundamentais para prover as comunicações necessárias à segurança destes eventos.

A Defesa Civil de Blumenau conta com o CRB e os radioamadores como membros ativos para o suporte das telecomunicações entre os abrigos e o quartel general. A RENER, Rede Nacional de Emergência de Radioamadores foi criada para aliar o trabalho dos radioamadores à Defesa Civil para auxiliar nas comunicações em caso de acidentes e catástrofes. Os fundamentos da RENER foram baseados nos trabalhos efetuados em Blumenau na época da grande enchente de 1983.

Todas essas atividades dos radioamadores e do CRB foram e sempre serão executadas de forma voluntária.

Para garantir o sucesso nas radiocomunicações, o CRB mantém 24 horas no ar duas estações repetidoras em VHF, uma de abrangência local, situada no Morro da Ponta Aguda (Portal da Saxônia) e outra com abrangência regional, conectando desde Curitiba-PR até Florianópolis e Rio do Sul, situada no Morro do Cachorro.

O CRB mantém uma estação de HF em sua sede no Centro Cultural 25 de Julho, com capacidade para contatos a nível nacional e América Latina.

Como incentivo aos novos radioamadores, o CRB promove anualmente em conjunto com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e a Labre (Liga de Amadores Brasileiros de Radioemissão) os exames para ingresso e promoção de classe de radioamador.

A fim de fomentar a atividade de radioamador e divulgar o CRB e o Município de Blumenau e sua Cultura são feitos Concursos e Diplomas de Radioamadorismo cuja abrangência é a nível mundial. Foi através dos contatos da radioamadora PP5ASN, Vovó Alda, com os radioamadores da Alemanha, mais precisamente com o Clube de Radioamadores de Dortmund-Sued, que Blumenau recebeu toneladas de donativos e recursos para cobrir os prejuízos da Escola Barão do Rio Branco por ocasião da grande enchente de 1983.

O Serviço de Atendimento e Ambulâncias do SAMU também se beneficia, a título de cortesia, do alojamento da repetidora do CRB no Morro do Cachorro, tendo sua repetidora instalada neste local, utilizando a torre e a energia elétrica também cedidos pelo CRB.

A repetidora do 23o Batalhão de Infantaria também ocupa o alojamento, torre e energia do CRB a título de cortesia.

O Clube de Radioamadores de Blumenau funciona com 65 integrantes voluntários. “Graças ao nosso serviço, somos conhecidos em 74 países”, em Blumenau, a entidade teve participação expressiva na enchente catastrófica no Vale do Itajaí, em 1983, 1984 e 2008, 2011 ajudando, além da comunidade, a Prefeitura de Blumenau através da Defesa Civil em apoio às vítimas da enchente. Qualquer pessoa pode participar do Clube, mas para ser Radioamador é necessário ter no mínimo 11 anos de idade e prestar exames seguindo diretrizes da Anatel Agencia Nacional de Telecomunicações. “Toda pessoa pode ser radioamador, mas terá que passar pelos exames estabelecidos pelo governo federal, para as classes A, B e C, com provas que englobam legislação, técnica e ética operacional, rádio eletricidade e telegrafia”. O Clube de Radioamadores de Blumenau funciona no Centro Cultura 25 de Julho, Está aberto todas as quartas-feiras para reuniões a partir das 19:30 horas.

CRB – Clube de Radioamadores de Blumenau
Centro Cultural 25 de Julho
Rua Alberto Koffke, 354, Bairro da Velha
CEP 89.012-440 – Blumenau – SC